Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Uma vergonha chamada PSD

por João Miguel Tavares, em 21.01.14

Hoje escrevo no Público um texto bastante zangado sobre a co-adopção. Para ler aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


23 comentários

Imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 21.01.2014 às 16:00

Carlos, eu estou-me nas tintas para golpes ideológicos desde que isso traga benefícios para crianças. Portanto, as contas são simples:

- Número de crianças prejudicadas pela lei: zero (mesmo para quem se opõe à educação de crianças em meio homossexual, tal já é permitido através da adopção singular).

- Número de crianças beneficiadas pela lei: muitas (mas bastaria uma).

Logo, sou a favor da lei. É simples. O Carlos que me desculpe, mas você insiste em ver isto da perspectiva dos adultos, do lóbi, e do mais não sei quê. Eu insisto em ver das perspectivas das crianças. E, como jurista, o Carlos conhece certamente as diferenças entre um pai e um tutor.
Sem imagem de perfil

De Carlos Duarte a 21.01.2014 às 16:06

É pá, não sou jurista, sou engenheiro! São escusados os insultos ;)

De resto, e não vale a pena a repetição, sou contra porque considero que os prejuízos (em termos de perca de oportunidade) face aos benefícios (co-parentalidade é o único evidente) são superiores. E isto estritamente do ponto de vista das crianças e dos problemas existentes.

Quanto à golpada política, incomoda-me mas não é por isso que sou contra a lei. Só chamei isso à discussão porque não me parece correcto algumas pessoas acusarem o PSD de golpada (que foi) quando as próprias deram a primeira com este projecto de lei (e a maneira como ele foi aprovado).

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D



Favoritos