Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


John Maynard Galamba

por João Miguel Tavares, em 01.04.14

Hoje, no Público, dou a prometida resposta a João Galamba, e penitencio-me por nunca antes ter compreendido o keynogalambismo. Para ler aqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

João Titta Maurício a 01.04.2014

Acresce que é "pena" que Keynes não haja dito a maioria das coisas que lhe atribuem (não obstante os elementos pró-welfare State, Keynes estava longe de defender o descontrolado e tirânico político - com as conhecidas consequências sociais, financeiras e na Liberdade - em que este se tornou)... que se esqueçam de outras bem importantes que ele, de facto, disse (nomeadamente o carácter transitório de uma intervenção do Estado, que defendeu ser tão indispensável quanto excepcional e pontual)... e, principalmente, quando, à revelia de tudo o que já foi demonstrado pela moderna e ideologicamente desempoeirada historiografia, se persiste pretender que os "Anos Dourados" são consequência de Keynes e do "New Deal" e não apenas normais consequências de uma economia de guerra do lado vencedor.

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D



Favoritos