Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A vergonha do aborto gratuito

por João Miguel Tavares, em 13.02.14

No meu texto de hoje do Público falo sobre a questão do aborto e o absurdo da sua equiparação, em termos de privilégios, a uma gravidez. Para ler aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Sílvia Correia a 13.02.2014 às 16:16

Compreendo e respeito a sua opinião mas não concordo.
Sou contra o aborto, a favor da sua legalização e favorável ao suporte dos seus custos por parte do estado (sim, de tudo o que mencionou no seu texto).
Não acho que haja equiparação possível entre a situação da Dona Maria e da Dona Francisca por muitas razões mas exponho apenas uma: nunca conheci uma mulher que tivesse vergonha de ter de ser operada às hérnias.
Dito isto, considero que o aborto é uma ocorrência ocasional na vida de uma mulher. A sua prática enquanto medida anticoncepcional deve ser desencorajada e até penalizada, se for caso disso.
Atendendo ao número de anos que a despenalização tem entre nós, a administração pública seguramente já tem dados suficientes sobre a prática do aborto em Portugal. Pode e deve usá-los para educar, introduzir pequenas alterações à lei se for caso disso, sensibilizar a opinião pública, etc.
No entanto gostaria de mencionar que na minha opinião esta é uma matéria em que o argumento "com o dinheiro dos meus impostos" é de muito mau gosto.
Não leve a mal!

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D



Favoritos