Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A casa dos animais

por João Miguel Tavares, em 28.01.14

O meu texto de hoje do Público é dedicado ao maravilhoso fenómeno das praxes. Para ler aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Rui Correia a 29.01.2014 às 19:02

Li o seu artigo.
Está correcto em toda a linha com excepção de um pormenor apenas: a "praxe", em sentido genuíno, não é aquilo que descreve. O que descreve, e contra o qual se insurge, são comportamentos que extravasam o conceito de praxe, sendo sim parvoíce ou abuso injustificado e porventura criminoso.
Felizmente conheço o conceito genuíno de praxe. E por isso, sempre que ouço comentários ou opiniões negativas a primeira coisa que pergunto é: "Foi praxado?" (é incrível o número de pessoas que falam do que não sabem. )
A segunda pergunta é: "que universidade é que frequentou?" Se a resposta for Coimbra, irei estranhar, pois essa não é a regra (ou pelo menos não era, agora já não sei). Se a resposta for qualquer outra universidade, então é porque não sabem o que é praxe.
Em suma, chame as coisas pelos seus nomes correctos pois a praxe não é nada daquilo a que se refere.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D



Favoritos