Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


85 Mirós

por João Miguel Tavares, em 06.02.14

Hoje, no Público, escrevo sobre o caso Miró. Para ler aqui.

 

Femmes et Oiseaux, 1968

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Kate a 06.02.2014 às 10:15

Este e outro assunto polemico e acredito que certas decisoes em periodos de crise se tornem mais dificeis de tomar.

Apontando todos os mesmos defeitos ao Governo e ao Partido Socialista que apontou, devo dizer que concordo que a colecção Miro seja mantida e exposta em Portugal.

Em primeiro lugar porque nao se trata de uma coleccao qualquer. E uma das coleccoes mais significativas do pintor catalao, com quadros que relatam de uma forma diacronica a sua vida e arte. E depois, se nos pusessemos a vender e a hipotecar todos os nossos melhores simbolos culturais, os Jeronimos aos chineses, o triptico de S.Vincente de Fora aos Americanos e por ai fora, tornarnos-íamos um pais sem cultura.

Eu percebo que para a maior parte das pessoas a cultura seja considerada um luxo, mas para mim cultura e educacao e um pais ignorante e um pais com menos possibilidades de sobrevivencia.

E se a pergunta Joao Miguel Tavares fosse:

Prefere gastar 36 milhoes a manter a coleccao unica do Miro em Portugal ou prefere fazer a dita reforma do Estado que ha muito e suposto ter sido feita e com isto, eliminando o excesso de cargos e associaccoes redundantes que em nada contribuem para a cultura do nosso pais?

(Mais uma vez peco desculpa pela pontuacao mas escrevo de um teclado ingles)

Cumprimentos,
Kate
Sem imagem de perfil

De Andre Lemos a 08.02.2014 às 21:25

Ainda que com teclado inglês, nao posso deixar de concordar.

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D




Favoritos