Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Mário Soares no DN #3

por João Miguel Tavares, em 19.11.13

A saga continua. E parece que já há armas a serem limpas:

 

Quando digo que este Governo está moribundo, que só existe ainda dada a proteção anticonstitucional do Presidente Cavaco Silva, entenda-se que não o faço para o tentar humilhar ou por razões ideológicas ou político-sociais. É tão-só para evitar, enquanto é tempo, a violência que aí vem.

 

Os ministros e o Presidente não podem sair à rua porque têm medo de ser vaiados ou mesmo agredidos.

 

O desespero é cada vez maior e estou convencido - com boas razões - de que poderá vir a passar à violência, que pode ser fatal.

 

Os portugueses são geralmente pacíficos, mas temos muitos exemplos na história em que, quando as marcas se passam, reagem a sério. Demitam-se, pois, enquanto é tempo: Presidente e Governo. Antes que lhes aconteça o pior.

 

Faça o que deve [NR: Mário Soares refere-se ao Presidente da República]: demita-se, enquanto pode ir para casa sossegado. Só lhe faltam dois anos. Não arrisque deixar desencadear a violência. É o pior que nos pode acontecer.

 

DN, 19 de Novembro de 2013

 


Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Aníbal Éter a 19.11.2013 às 14:57

"Os ministros e o Presidente não podem sair à rua porque têm medo de ser vaiados ou mesmo agredidos."

Não se confunda, João! O Dr. Soares está a falar da situação francesa e do amigo Hollande;)

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Para ler o jornalista a falar da família



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D




Favoritos